O amor é exigente, mas, não há alegria maior que amar e ser amado. Há muitas formas de se aproximar do ideal de família cristã (cf. “A alegria do amor”, 32-57). Mas todas têm em comum o respeito pelo outro e o amor duradouro, valores que fazem delas um tesouro a ser protegido.

“Ao falar das famílias, muitas vezes me vem à mente a imagem de um tesouro”.

O ritmo de vida atual, o estresse, a pressão do trabalho e também a pouca atenção das instituições podem colocá-las em perigo.

Não é suficiente falar de sua importância; é preciso propor medidas concretas e desenvolver seu papel na sociedade com uma boa política familiar.

Peçamos juntos, a Jesus, para que as grandes escolhas econômicas e políticas protejam a família como um tesouro da humanidade.”

Se quiser ver mais vídeos sobre as intenções do Papa, visite http://www.elvideodelpapa.org

Comente